Conjuntura

Maia e Pezão admitem que Torquato pode ter dito a verdade, mas não era essa a forma de dizer

Ministro Fachin do STF vai apurar responsabilidade de ministro Torquato sobre as declarações, Câmara convoca ministro para esclarecimentos

O post publicado na madrugada do dia 31 nov 2017 [1] , do blog do jornalista Josias Souza (do UOL Notícias) não só repercutiu porque teve 700 comentários em menos de uma semana, mas porque conseguiu abalar as relações entre o governo federal e instituições públicas do Estado do Rio de Janeiro. Fruto de uma entrevista com o jornalista, o ministro da Justiça e Segurança Pública, o renomado jurista, Torquato Jardim, fez “um diagnóstico aterrador do setor de segurança” no Estado do Rio.

Segundo o ministro em entrevista ao Blog do Josias [1], “Pezão [governador] e Sá [secretário] não controlam a Polícia Militar […] o comando da PM no Rio decorre de acerto com deputado estadual e o crime organizado […] comandantes de batalhão são sócios do crime organizado no Rio“.

Com essa fala o ministro Torquato alegou não acreditar na tese que a morte do coronel Teixeira, que ocorreu no último dia 26, tenha sido fruto de uma tentativa de roubo frustrada, mas de um acerto de contas. Segundo o ministro Torquato, “ninguém assalta dando dezenas de tiros em cima de um coronel à paisana, num carro descaracterizado” [1]. O ministro apenas se enganou neste caso, pois o coronel estava fardado.

>> Família e amigos do coronel Teixeira se despedem emocionados em funeral militar <<

Fonte das imagens: Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia declarou, quinta-feira, dia 02, “eu acho que ele falou muita verdade ali, só que não sei se foi da forma adequada” à Folha de São Paulo [2].

Governador Pezão disse à Folha [3], depois dos ânimos apaziguados: “não acho que ele tenha mentido, tenho profunda admiração por ele. Ele fala que isso se baseia na história da PM”. O governador repetiu a justificativa escolhida pelo Planalto sobre o caso, que tais denúncias não expressam a posição do governo federal, mas sim a opinião pessoal do ministro.

Contudo, no dia anterior, o governador Pezão já havia entrado com uma interpelação no STF, através da Procuradoria-Geral do Estado, cobrando explicações e comprovação dos fatos ao ministro. A interpelação, que geralmente antecede uma ação de calúnia e difamação, será analisada pelo ministro Edson Fachin do STF [4]. Conforme a palavras do governador e sua ações: “Pezão reconhece que corrupção na PM existe, mas cobra provas do ministro” [4].

Os jornalistas Luiza Franco e Thiago Resende, da Folha [3], ainda relembram algumas questões recentes que se correlacionam com o fato, entre elas: o ministro da Defesa Raul Jungmann teria, em entrevista a rádio CBN [5], denunciado a situação endêmica de corrupção na segurança do Rio, há pouco mais de três meses: “o Rio de Janeiro tem dois problemas: a criminalidade e aquela parte do estado que foi capturada pelo crime“.

>> Escute o áudio da entrevista do ministro Raul Jungmann <<

O blogueiro Josias de Souza, no blog do qual foram veiculadas a primeiras declarações de Torquato, faz uma análise sobre a visão cáustica do ministro [6], “quer dizer: na percepção de Brasília há corrupção no setor de segurança do Rio de Janeiro, alguns batalhões da PM estão no bolso da bandidagem e deputados estaduais de reputação duvidosa influem na escolha do comando da corporação”, ele prossegue dizendo “a sensação de contágio é potencializada por relatórios confidenciais que atestam o vazamento de informações sobre operações conjuntas das forças federais com as polícias estaduais”.

Muitos entre o público em geral quem comentaram o blog de Josias chegaram a apontar que fatos de menor gravidade já ensejariam uma intervenção federal do Estado do Rio [1][6].

Mas se há contundentes evidências de um estado de corrupção sistêmica dentro da Segurança Pública, o fundador do Blog Cidadão-SSP explica, >> por que, ainda sim, chamar os policias mortos de heróis? <<

>> Conheça outras histórias, além da do coronel Teixeira, sobre a dor da perda de policiais e porque suas famílias e parentes lembram deles como heróis <<


Referências

Imagem de capa: Governador Pezão e Ministro Torquato Jardim, antes das polêmicas (DE SOUZA, 2017), vide nota [1].
[1] DE SOUZA, Josias. Comando da PM no Rio é acertado com deputado estadual e crime, diz ministro. UOL Notícias, Blog do Josias. Publicado em 31 out. 2017. Acessado em 04 nov. 2017. Disponível em https://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2017/10/31/comando-da-pm-no-rio-e-acertado-com-deputado-estadual-e-crime-diz-ministro/
[2]  RESENDE, Thiago. Ministro pode ter falado verdade sobre RJ de forma errada, diz Rodrigo Maia. Folha de São Paulo. Publicado em 02 nov 2017, às 17h32. Acessado em 05 nov 2017. Disponível em http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/11/1932448-ministro-pode-ter-falado-verdade-sobre-rj-de-forma-errada-diz-rodrigo-maia.shtml
[3] FRANCO, Luiza e RESENDE, Thiago. Pezão reconhce que corrupção na PM existe, mas cobra provas de ministro. Folha de São Paulo. Publicado em 02 nov 2017, às 18h46. Acessado em 05 nov 2017. Disponível em http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/11/1932455-pezao-reconhece-que-corrupcao-na-pm-existe-mas-cobra-provas-de-ministro.shtml
[4] PONTES, Felipe. Fachin é relator de ação do Rio de Janeiro contra ministro da Justiça. Agência Brasil (EBC). Publicado em 03 nov 2017, às 20h21. Acessado em 05 nov 2017. Disponível em http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-11/fachin-e-relator-de-acao-do-rio-de-janeiro-contra-ministro-da-justica
[5] CBN. Raul Jungmann diz que ministros vão se revezar no RJ durante permanência das Forças Armadas. Publicado em 25 jul 2017, às 10h12. Acessado em 05 nov 2017. Disponível em http://cbn.globoradio.globo.com/programas/cbn-rio/2017/07/25/RAUL-JUNGMANN-DIZ-QUE-MINISTROS-VAO-SE-REVEZAR-NO-RJ-DURANTE-PERMANENCIA-DAS-FORCAS-ARM.htm
[6] DE SOUZA, Josias. Visão cáustica de Torquato sobre Rio é compartilhada pela cúpula do governo. UOL Notícias, Blog do Josias. Publicado em 04 nov. 2017, às 05h07. Acessado em 05 nov. 2017. https://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2017/11/04/visao-caustica-de-torquato-sobre-rio-e-compartilhada-pela-cupula-do-governo/
Anúncios